Notícias

Petrobras reduz em 10,4% preço de querosene de aviação para as distribuidoras

No próximo dia 1º de setembro, a Petrobras reajustará os preços de querosene de aviação (QAV) com uma redução de 10,4% para as distribuidoras. Esta é a segunda redução consecutiva. No fim de julho, a estatal já havia anunciado a queda de 2,6% do valor do combustível.
Desde o mês passado, a Petrobras também já reajustou para baixo os preços da gasolina e do diesel na refinaria, acompanhando o movimento de queda do petróleo no exterior.

Hoje, porém, o barril do tipo Brent (referência no mercado) subia 0,23%, cotado a US$ 99,57, por volta de 10h30. O WTI, referência nos EUA, está estável, negociado a US$ 92,51.

Diferentemente do diesel e da gasolina, os ajustes de preços de QAV são mensais.

“Os preços de venda do QAV da Petrobras para as distribuidoras buscam equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor do produto e da taxa de câmbio, para cima e para baixo, com reajustes aplicados em base mensal, mitigando a volatilidade diária das cotações internacionais e do câmbio”, diz a estatal em nota.

A Petrobras comercializa o QAV produzido em suas refinarias ou importado apenas para as distribuidoras. As distribuidoras, por sua vez, transportam e comercializam o produto para as empresas de transporte aéreo e outros consumidores finais nos aeroportos, ou para os revendedores.

Autor/Veículo: O Globo