Notícias

Preços do petróleo sobem 3% com demanda por combustível nos EUA e previsão de oferta apertada

NOVA YORK – (Reuters) – Os preços do petróleo subiram cerca de 3% nesta quinta-feira, com dados econômicos positivos e o robusto consumo de combustível nos EUA compensando as preocupações de que a desaceleração do crescimento econômico em outros países possa prejudicar a demanda.

Os futuros do Brent subiram 2,94 dólares, ou 3,1%, para 96,59 dólares por barril, enquanto o petróleo bruto WTI dos EUA subiu 2,39 dólares, ou 2,7%, para 90,50 dólares.

Os preços subiram mais de 1% durante a sessão anterior, embora o Brent tenha caído para seu menor nível desde fevereiro, com sinais de desaceleração aumentando em alguns lugares.

“Os preços do petróleo subiram após outra rodada de dados econômicos impressionantes dos EUA impulsionaram o otimismo para uma perspectiva de melhora da demanda por petróleo”, disse Edward Moya, analista sênior de mercado da empresa de dados e análise OANDA, acrescentando que a Opep não permitirá que a recente retração nos preços do petróleo continue por muito mais tempo.

O novo secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Haitham Al Ghais, disse à Reuters que formuladores de políticas, legisladores e investimentos insuficientes no setor de petróleo e gás são os culpados pelos altos preços da energia, não o cartel.

Al Ghais disse que em sua próxima reunião, em setembro, a Opep+, que inclui outros fornecedores de petróleo como a Rússia, “poderia cortar a produção se necessário, poderíamos aumentar a produção se necessário… Tudo depende de como as coisas se desenrolam”.

(Reportagem de Scott DiSavino; com reportagem adicional de Noah Browing em Londres, Florence Tan em Cingapura e Stephanie Kelly em Nova York)

FONTE: REUTERS / NOTÍCIAS AGRÍCOLAS